Apenas mais um canto com os meus pensamentos

Medieval

Anúncios

Peste bubônica

72648_646580835395616_1301876121_n

Durante o surto da peste negra, na Idade Média,  para evitar a contaminação, os médicos, também chamados de físicos, usavam um traje especial, composto de uma túnica de tecido grosso e felpudo, com um cheiro intenso, luvas grossas e uma espécie de máscara em forma de bico de pássaro, furada para poderem respirar, como se fosse uma máscara de gás primitiva, composta por especiarias e pétalas de rosa, de modo que não conseguissem sentir o cheiro dos corpos em decomposição.

Mas o que protegia mesmo os doutores medievais era a túnica de couro(ou tecido grosso) que cobria todo seu corpo. Como a peste é, na verdade, transmitida pela picada de pulgas, os médicos estavam livres de serem contaminados pelo contato com o paciente. A não ser que um inseto sorrateiro ficasse nela até o momento em que o médico fosse tirar a túnica.

A peste negra era vista como atos maléficos de Satã e seus demônios, que espalhavam a calamidade pelos homens, trazendo dor, sofrimento e morte. Em alguns relatos, algumas pessoas sugerem que a peste era causada por uma nuvem escura que saía das profundezas da terra, possivelmente do próprio Inferno, e infectava a todos em seu caminho. Outros diziam que a peste era como um incêndio que se alastrava pela terra e pelo céu, que demônios eram vistos conduzido as chamas. Que tal calamidade era trazida pela própria Morte.

Atualmente a máscara ainda é usada no carnaval de Veneza, como tradição local.

 





Imagem

odin


Imagem

1461606_10151988840707300_519084194_n