Apenas mais um canto com os meus pensamentos

Pessoal

Acessem meu blog paralelo! :D

https://efeitodesign.wordpress.com/


Dois blogs, uma única entidade.

Meus desbravadores do mundo, Tive a necessidade de fazer um blog em paralelo ao meu querido Domo, para poder começar a me aprofundar nos estudos da minha área(Design).

Espero que vocês apreciem e conto com a força de vocês!

efeitodesign.wordpress.com

 

Mas não pensem que eu vou abandonar o Domo!

🙂

– Flaviona


Dor interna

Uma dor interna raramente é compreensível
Raramente achamos sua cura
Ela pode passar, mas na maioria das vezes volta
Uma dor interna as vezes é boa, as vezes boa a ponto de fazer mal
Outras vezes, é tão dolorosamente ruim, que nos faz querer sumir dentro do nosso próprio eu.
A cura da dor interna geralmente é externa.
A cura dessa dor pode ser um calor
Um abraço
Uma fogueira
Mas as vezes, o calor externo causa nossa dor externa.
Para passar a dor interna, as vezes nem um sorvete resolve.

 

-Flaviona


Minha crença é o escotismo
Não sou religiosa, não acredito em deus como ele é mostrado
Mas acredito em uma divindade
em uma força maior
Mas não que a gente vá pro inferno por que fez tal coisa
Ou que a gente tenha que comprar um pedaço de céu
Acredito no respeito e amor, acredito na ajuda, acredito em quem corre atrás dos sonhos
E não de quem fica “Deus vai me ajudar”
Não cara, não vai, você que se ajuda
Se você bota a culpa em deus por que algo não deu certo, ou tua vida ta uma merda, tente arrumar teu quarto pra primeiro de conversa.
Se vc reclama que não tem o suficiente, falta-lhe coisas, tem gente que vive com menos do que o básico, dê valor ao seu chuveiro quente e a sua cama.

 

– Flavionabp


Foi bom te encontrar na esquina…

-Flaviona


Indefinido

Parem

Apenas parem

Perem de tentar achar palavras terrenas para defini-lo, pois ele não é só um

Não na visão dos Homens, não nas visões individualistas sobre o que realmento ha de ser

Não é banalidade, mas também, não é concreto

Não é longo, mas pode ser

Pode durar um dia

Um dia só

Um dia sem nome

Um dia indefinido

Aleatório

Qualquer

Um dia é o suficiente

Para amar.

– Flaviona


Essa “poesia” é de minha autoria, por favor, respeitem meus direitos, se copiarem botem meu nome. Educação em primeiro lugar.

Só, você tem o que não tem quando está com os outros.

Só, você tem o barulho do vento,
Passando pelos prédios,
Uivando,
Balançando árvores,
Arbustos e plantas.
Você vê as nuvens movendo-se,
Formando diversas formas
Contemple-as, pois nunca mais as verá exatamente assim.

Só, você tem os pássaros,
Dando rasantes perto de ti,
Piando por comida,
Piando para que você responda.

Só, você tem o Sol,
Que se poem lentamente.
Você tem a mudança de cores no céu
Os mais variáveis tons de azul,
Branco, alaranjado, rosa e vermelho.

Você tem a mudança de temperatura
A mudança no Universo.

Já com a Lua a vista e o sol sumindo,
Nota-se os amantes se contemplando de longe.
Logo você terá estrelas,
Lutando umas contra as outras, para ver quem é mais brilhante.

Neste hipnotizante céu negro,
Você verá a negra Pantera,
Se misturando com a noite,
Vagando delicadamente,
A espreita de um alto lugar,
Para observar o mundo.

Você notará cheiros vindo de todos os lados
Seja da grama ou sereno,
O cheiro do vento,
Do seus dedos,
Sujos de tinta.

Você ouvirá os barulhos do mais pequeno grilo,
O barulho das folhas secas no chão,
Se partindo
Sentirá o prazer de viver,
O prazer de contemplar todo o pequeno grande universo à sua volta.

Só, você repara no jato riscando o Céu,
Fazendo uma fina linha que se dissipa ao longo de seu traço.
Só, você repara nas pessoas que correm sem tempo,
Sem notar a conexão invisível que está se rompendo.

Você não está só,
Mas apenas precisamos nos isolar para perceber isto.

 

Flaviona